Wolverine… gay?!

Essa eu vi primeiro no Bearnerd. Vale muito a pena conferir o link original e, principalmente, os comentários. Fica o aviso: há spoilers lá.

Sim, como era de se esperar, não é o Wolverine oficial: é um de um universo parelo, mais vitoriano. Sim, um universo onde homossexualidade é proibida. Mesmo assim, ele é governador geral do “Domínio do Canadá” e namorado de alguém que também é um machão de marca maior. É essa figura aí em baixo, ao lado dele.

Sim, esse de espada atrás do Wolvie é o namorado dele… ou não… Ou mais ou menos. O fulano apareceu e não apareceu.  Coisa de multiversos. Sabecumé?

Pela figura dá pra ver que se tratam de dois….?

Opção A) Ursos. Sim, os dois podem ser os primeiros representantes mainstream de superheróis ursos. Ou seja, homossexuais masculinos mais peludos, barbudos, etc, em contraposição às (aos?) barbies, que são musculosos e bem depilados. Na classificação do gueto, seriam “muscle bears” (classicamente, os ursos são mais gordinhos, mas isso não é necessário), e há quem possa advogar que seriam lobos (sarados com pelos), embora eu particularmente discorde já que me parece que o Wolvie tem um quêzinho a mais de gordura.

Opção B) Maduros. Eles parecem estar entre 30 e 40, talvez até 45. Pode ser efeito da barba. Mas homossexualidade masculina, no mainstream (e no imaginário popular), parece mais associada a figuras mais jovens. Talvez por acharem que é coisa de gente que não cresceu. Esses dois podem quebrar esse preconceito também.

Opção C)  Machões. Eles podem ser o primeiro casal de super-heróis cuja masculinidade está acima de qualquer suspeita. Explico: quando se trata de personagens masculinos, há uma tendência a parear gays mais viris com outros mais delicados. Ou mais velhos com mais novos. Ou maiores com menores. Nada contra, isso também acontece no mundo real, e o mundo é cheio de masculinidades possíveis. Mas talvez repetir isso demais seja uma tentativa de que o hétero enxergue mais fácil quem é a fêmea da relação. Dois personagens com masculinidade transbordante namorando ainda põe muita gente em parafuso.

Claro, essa também não pode ser a regra. Há de se enfatizar que tanto homossexuais quanto bi e heterossexuais devem ter pleno direito de serem depilados, ou sarados, ou afeminados em qualquer grau (sim, héteros também têm direito a gestual delicado e serem felizes). Diversidade é a palavra. O resto é encheção de saco.

Anúncios